Inicio hoje uma série de textos de TI que vou publicar aqui no site voltados tanto para profissionais quanto para leigos.

O primeiro trata de um termo que é bastante utilizado porém muito gente não sabe exatamente do que se trata, e o pior, não o aplica no dia a dia, o Backup.

Backup é um termo em inglês utilizado para descrever práticas ou procedimentos de cópia de segurança. O objetivo destes procedimentos é salvaguardar, ou manter uma cópia segura de dados ou informações importantes. Tais procedimentos podem ser muito importantes em casos de erros ou problemas de software ou hardware ou em casos de acidentes ou desastres como um incêndio e um alagamento. Em situações críticas como os exemplos que citei ter uma cópia dos dados importantes em um local seguro pode ser muito útil e eliminar uma série de transtornos.

 

Em ambiente corporativo

A realização de ações de backup  é comum em ambientes corporativos e normalmente é realizado pelas equipes de TI das organizações. Os procedimentos de backup são em muitas situações, e em organizações tanto públicas como privadas, são obrigatórios e definidos em normativos específicos.

Existem inúmeras ferramentas, dispositivos e técnicas de backup disponíveis para serem usadas em ambientes corporativos ou órgãos públicos. Dentre as ferramentas ou softwares existentes há aqueles que são pagos e gratuitos cada um com suas características próprias.

Quanto aos dispositivos o backup podem ser realizados em mídias físicas como CDs, DVDs, mídias magnéticas (fitas DAT, DDS e as atuais LTO), Hds ou storages e até mesmo em nuvem.

Já as técnicas mais utilizadas são o Backup Full (ou completo) onde os dados são copiados em sua totalidade para uma mídia externa, o Incremental onde somente é copiado o que foi modificado desde o última cópia e o Backup Diferencial onde é realizada a cópia de tudo que foi modificado desde o último backup completo.

 

Na vida pessoal

Mas aí pode surgir a seguinte pergunta:

Então backup é uma prática somente de empresas, correto?

Errado!

Todos nós, meros mortais, temos que ter em mente que procedimentos de backup, ou cópia de segurança, são importantes. No mundo físico, documentos pessoais como certidão de nascimento, cartões de vacinação, escrituras de imóveis e outros precisam ser guardados em locais seguros e se possível é interessante manter uma cópia. No mundo digital manter cópias de contatos do celular, fotos, emails, mensagens, senhas e tudo aquilo que é tido como importante ou valioso é importante.

Além da opção de cópia manual das informações para uma mídia externa como DVDs, HDs externos, pendrives e outros há também outras formas de se manter cópias de forma automatizadas das informações importantes de dispositivos pessoais.

Existem inúmeros recursos que permitem a realização de procedimentos similares ao backup de forma automática como a sincronização de arquivos de smartphones, tablets e computadores  para nuvem como iCloud, Google Drive, Dropbox e outros. Há também softwares ou pacotes de softwares de segurança como antivírus que também possuem algum tipo de recurso do tipo.

No final, ao menos em dispositivos pessoais, não importa muito onde e como será realizada a sua cópia de segurança e sim se a cópia estará realmente segura e acessível e principalmente se será possível recuperar as informações quando necessário.

Analise as suas opções, veja o que realmente pode ou deve ser gravado e comece a fazer o seus backups já.

Mais sobre backup